Viagem

Visita a Gramado, uma cidade alemã no Brasil

Pin
Send
Share
Send


Como dizem que tudo o que você tem em excesso acaba absorvendo, decidi passar meus últimos dias no Brasil longe de suas costas e suas caipirinhas perigosas que transformavam todas as noites de jauja em uma ressaca de madrugada, com varinha de feiticeiro preto. Eu queria um pouco de tranquilidade e um clima um pouco mais frio, fugindo do calor intenso que havia acontecido na Guarda do Embaú.


A pousada é imbatível. Faz parte da cadeia de Hostelling International e por 35 reais você fica com café da manhã. É uma casa de madeira, limpa e espaçosa, com jardins, sala comum e cozinha, sendo a equipe o seu melhor patrimônio. A garota que leva, Vanesa, é um encanto, assim como a cozinheira e a filha que a ajuda. Passei lá 3 noites de conforto e boas vibrações absolutas. Além disso, apenas brasileiros e duas meninas chilenas ficaram nos dias de hoje, então nada sobre guiris.

À tarde, saí para explorar a cidade. Do hostel, são cerca de 20 minutos a pé, mas é um passeio agradável. Ao chegar ao centro urbano, tive uma estranha sensação de tristeza. Todas eram casas de madeira com telhados pontiagudos de cores diferentes. Os jardins, cuidados em extremo, pontilhavam as ruas movimentadas de lojas caras. Tudo muito bonito, tudo muito arrumado e moderno. Aquilo não era o Brasil.

Era 10 de janeiro, mas O Natal parece nunca terminar neste lugar. Eles continuaram fazendo desfiles noturnos no centro. Carros alegóricos, trenós, luzes, foguetes, centenas de atores vestidos de Papai Noel, soldados principais, fadas madrinhas ... etc, etc. Há também um teatro onde há performances, até meados de janeiro, de uma espécie de muppets Eles contam uma história de Natal. Em um dos parques, há um show de música natalina nas vozes de tenores e sopranos, lasers e fogos de artifício sobre a água de um lago. É necessário pagar a entrada - variando de 40 a 60 reais - embora você possa ver, como eu, fora do parque, pois não é cercado. A verdade é que era muito bonito e o lugar estava lotado no que seria o último show do ano.

É também um lugar para fãs de chocolate. Sendo o povo do eterno Natal e histórias, eles não podiam perder suas casas de chocolate. E não apenas as casas, mas existem fábricas e museus desse doce que muitos gostam e dizem que pode ser usado como substituto do sexo (acredito que não chega, mas de qualquer maneira).

Há um museu da história da região contado por bonecas, um museu de miniaturas e os famosos Aldeia do Papai Noel, onde bordos de madeira e elfos gordinhos de vermelho - desculpe, eu sempre serei dos magos - deliciarão os mais pequenos da família.

Passei apenas um dia na cidade e me dediquei mais a visitar os belos cenários de natureza exuberante que pude encontrar. Vou escrever sobre eles em outro post.

Gramado, em definitivo, É famoso como local turístico entre a classe média alta ou alta brasileira. Sua influência alemã é vista em todos os cantos, todas as casas e todas as lojas. Para eles, é um lugar fabuloso, mas para o viajante europeu não é tanto. O Brasil autêntico é outro muito mais caótico, colorido, vívido, intenso e emocionante.

Mesmo assim, vale a pena usá-lo como base para ver partes naturais da região a uma curta distância.

2.001

Pin
Send
Share
Send