Viagem

Vietnã O Delta do Mekong

Bom dia Vietnã!

Deixamos o Camboja para trás esta manhã e finalmente entramos no Vietnã através do rio Mekong. Foram 6 horas de barco e papelada, mas valeu a pena. O Delta do Mekong é espetacular. O rio, que sobe nas encostas do Tibete e atinge as margens do Vietnã através da Birmânia, Tailândia e Camboja, se alarga incrivelmente e depois se abre de formas infinitas, por isso o chamam de dragão de nove cabeças. Na área fica a economia da região e não se cansa de ver pescadores em todos os lugares com todos os tipos de barcos, casas flutuantes, redes tensoras de pescadores, mulheres lavando roupa, postos de gasolina no meio do rio, etc.

Chegamos a Chau Doc e o contraste com os povos do Camboja é latente. Aqui o asfalto é normal novamente, as calçadas existem (apesar de transbordar de motocicletas e qualquer outra coisa que se mexa) e até vimos um semáforo! A comida é abundante e espetacular. As pessoas são menos pesadas e todos sorriem e cumprimentam, até alguns rindo alto.

Primeiro contato com o Vietnã e eles parecem boas pessoas, sem controle de motocicletas, bicicletas e pistas sem sentido, tudo parece flutuar em um ritmo calmo e ao mesmo tempo alegre, como uma daquelas músicas de seu karaokê que tocam em todas as televisões da cidade . Amanhã faremos um passeio pelo Delta do Mekong e dormiremos em Can Tho, a capital da região, cheia de mercados flutuantes.